5 de dez de 2011

O Rebelde: Precursor de um novo amanhecer

Nesse primeiro momento, e por alguns instantes, procure dissolver seu passado, permaneça sem história.
Somente o presente... E um vasto futuro está aberto, não dominado pelo passado morto.
Nesse estado você experiência a liberdade absoluta, o amor absoluto, a criatividade absoluta; você cria seu próprio viver, suas próprias respostas por se tornar descontínuo com o passado.
Esse homem rebelde é a semente para a transformação de tudo.
Os dias do velho homem terminaram. Ele já viveu demais – ele já deveria ter morrido há muito tempo – ele tem arrastado o seu cadáver.
Mas seu tempo terminou. Ele mesmo criou a situação na qual somente o novo homem, o homem rebelde, rebelando-se contra todas as instituições, contra todas as religiões, contra todos os interesses do sistema, rebelando-se contra tudo que tem mantido o homem cego, prisioneiro, forçando-o a viver em túneis escuros, nunca lhe permitindo conhecer as belezas da vida...
O rebelde terá uma nova moralidade – não de acordo com algum mandamento, mas de acordo com sua consciência.
Ele terá uma nova religiosidade; ele não pertencerá a religião alguma, porque isso é absolutamente estúpido.
A religiosidade é um fenômeno privado e pessoal. É exatamente como o amor, não pode ser organizada. No momento em que você organiza a verdade ou o amor, você os mata.
O novo homem não será cristão, ou Hindu, ou muçulmano, ou budista. Ele simplesmente será religioso.
A religiosidade será tomada não como uma crença, mas como uma maneira de viver – uma maneira graciosa, uma maneira bonita, uma maneira responsável, uma maneira repleta de consciência e repleta de amor, repleta de partilha, de amizade, e uma maneira de se criar um mundo sem qualquer fronteira.
Nenhum exército é necessário, nenhuma arma é necessária, nenhuma religião é necessária.
Tudo que é necessário é um pouco de meditação, um pouco de silêncio, um pouco mais de humanidade... Apenas um pouco mais e a existência terá uma fragrância totalmente única.
O homem está ficando cansado de tudo que é velho – a velha política, a velha religião, a velha espiritualidade, a velha santidade, os velhos valores. O homem está ficando completamente entediado.
Os obstáculos são enormes, mas esses obstáculos também têm um lado positivo. Por trazerem a morte para a humanidade, a humanidade obrigatoriamente terá que procurar uma forma de sobreviver – uma grande rebelião contra todas as coisas estúpidas, contra uma ciência e tecnologia destrutivas, contra todos os líderes políticos e religiosos que estão dividindo as pessoas sem razão alguma.
Se as pessoas velhas, se os políticos estão tão interessados em morrer, eles podem pular no oceano, mas eles não têm o direito de destruir aqueles que nem ao menos provaram os prazeres da vida, que nem ao menos respiraram a fragrância da existência, que nem ao menos viram a beleza das flores, das estrelas, do Sol e da Lua, que não conheceram a si mesmos, que ainda não são viajantes de seu próprio espaço interior, que ainda não estão familiarizados com seus próprios tesouros.
Não, os jovens do mundo, seja qual for a sua idade... E qualquer um que ame a vida é jovem; até mesmo em seu leito de morte, aquele que ama a vida é jovem. Então, todos aqueles que são amantes da vida irão criar a atmosfera certa para dar boas vindas ao espírito rebelde do homem – porque... Sinceramente... Não há outra alternativa.
Simplesmente não se preocupem com a opinião pública, com o que as pessoas falam sobre você. Essas são as maneiras que as massas têm dominado os indivíduos por séculos.
Aqueles que querem ser eles próprios não podem se preocupar com o que as massas retardadas dizem a seu respeito.
Se as pessoas escolherem a vida, terão que escolher os valores da vida.
E seremos abençoados por testemunharmos a transformação de todos os velhos padrões, de todos os velhos ideais, e o nascimento de novos valores, novos ideais, novas categorias de honra e respeitabilidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião é importante para mim. Deixe sua mensagem.