4 de set de 2011

Viva perigosamente III

Por alguns instantes observe a sua mente...
E perceba que existem alguns pensamentos se movendo...
Tente se tornar a testemunha.
Testemunhar significa que você simplesmente fica ali percebendo que eles estão se movendo, como nuvens se movendo no céu ou o tráfego na estrada.
Você não tem escolha alguma e não diz: Isso é bom, deixe-me mantê-lo, e isso é mau, deixe que se vá.
Se você falar dessa maneira, você não está testemunhando.
Você está se envolvendo, se identificando, criando relacionamentos amor-ódio, e quando você se relaciona você não pode ser uma testemunha.
Testemunho significa consciência sem escolha!
Tente entender que quando você não escolhe, as coisas são como elas são. A raiva passa por ali... Então existe raiva.
Há uma testemunha e há a raiva. Você não está com raiva; se você escolher, você está com raiva.
Se você escolhe contra ela, você fica repressivo a ela.
Você simplesmente observa. A raiva vem, a ambição vem, e elas passam por ali.
Elas vêm e vão e você observa e não escolhe. Assim as coisas são como elas são!
Você não dá valor, não diz que isso é superior e aquilo é inferior, isso é espiritual e aquilo é material, isso é pecado e aquilo é um ato muito sagrado.
Você não faz qualquer avaliação e simplesmente vê como um espelho, um espelho vazio.
Seja lá o que passar, o espelho reflete. Isso é testemunhar.
O espelho nunca escolhe, o espelho permanece limpo. Você passou e o espelho está novamente limpo e vazio.
Na verdade, quando você estava passando, então também havia somente reflexo, mas o espelho não estava tendo nenhum conteúdo nele; era sempre uma sombra, uma sombra passando.
Quando você não escolhe, as coisas são como elas são. Este é o estado do ser.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião é importante para mim. Deixe sua mensagem.