13 de nov de 2010

Nataraj

Instruções

Deixe a dança fluir de sua própria maneira, não a force. Em vez disso, acompanhe-a; deixe acontecer. Não é um fazer, mas um acontecer. Mantenha-se festivo. Você não está fazendo algo sério, está apenas brincando, brincando com sua energia vital, brincando com sua bioenergia, deixando-a circular à vontade, da sua maneira peculiar. Assim como o vento e as águas do rio fluem, você está fluindo e soprando. Sinta isso.
E seja um brincalhão. Lembre-se sempre da palavra "brincalhão" - para mim, ela é fundamental. Dizemos que a criação é leela de Deus: a brincadeira de Deus. Deus não criou o mundo. O mundo é sua brincadeira.

Nataraj é apenas dança. É a dança como meditação total.
Desapareça nessa dança.
Há três etapas, durando ao todo 65 minutos


Primeira etapa: 40 minutos
Com os olhos fechados, dance como se estivesse possuído. Deixe o ser inconsciente assumir o controle totalmente. Não oriente os seus movimentos nem seja uma testemunha do que está acontecendo.
Apenas coloque-se totalmente na dança

Segunda etapa: 20 minutos
Mantendo os olhos fechados, deite-se imediatamente. Permaneça calado e imóvel.

Terceira etapa: 5 minutos
Dance em celebração e divirta-se.

Comentários
Esqueça o dançarino, o centro do ego; torne-se a dança. Essa é a meditação. Dance intensamente, a ponto de se esquecer por completo que "você" está dançando e começar a sentir que é a própria dança. Quando a divisão desaparecer, a dança terá se tornado uma meditação. Se a divisão persistir, será um mero exercício: bom, saudável, mãs não poderá ser considerado espiritual. Não passa de uma simples dança. A dança em si é boa, até onde ela se propõe a chegar. Após dançar, você se sentirá revigorado e jovem, mas isso ainda não é meditação. O dançarino precisa seguir em frente até restar apenas a dança.
O que você deve fazer? Entregue-se totalmente à dança, porque só haverá uma divisão se você não estiver totalmente entregue. Se ficar de lado, observando-se dançar, aí surge a divisão: você é o dançarino e está dançando. Nesse caso, a dança é apenas um ato, mas não é o seu ser. Portanto, envolva-se totalmente, procure fundir-se na dança.
Não se separe, não seja um observador.
Participe!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião é importante para mim. Deixe sua mensagem.