13 de nov de 2010

Kundalini

Instruções

Esta é uma meditação muito querida, irmã da Meditação Dinâmica. Ela consiste em quatro etapas de 15 minutos cada.


Primeira etapa: 15 minutos
Solte-se e deixe que todo o seu corpo trema, sentindo a energia vindo dos seus pés. Libere os movimentos de todas as partes do corpo, tornando-se o próprio tremor. Olhos abertos ou fechados.

Segunda etapa: 15 minutos
Dançando de forma que você sentir vontade, permita todo o corpo mover-se como desejar. Olhos abertos ou fechados.

Terceira etapa: 15 minutos
Sentado ou em pé, fique quieto com os olhos fechados, observando, testemunhando tudo que aconteça dento e fora de você.

Quarta etapa: 15 minutos
Continuando com os olhos fechados, deite-se e fique quieto. Permaneça um observador.

 
Comentários
Se você estiver fazendo a Meditação Kundalini, permita que o tremor tome conta de você, não gere o tremos. De pé, em silêncio, sinta o tremor surgir e, quando o seu corpo começar a tremer um pouco, ajude-o, mas não provoque a tremedeira. Aprecie, sinta-se feliz por isso, deixe acontecer, receba os movimentos, acolha-os, mas não os faça.
Ao forçar o tremos, ele se torna um exercício físico e fica apenas na superfície. Internamente, você permanecerá rijo, sólido como uma rocha, duro como uma pedra. Continuará sendo o manipulador, e o corpo irá apenas acompanhá-lo. O corpo não está em questão: você está.
Quando digo tremer, quero dizer com isso que você sacuda a sua dureza, fazendo com que seu ser enrijecido trema até as bases, de modo a tornar-se líquido, fluido, fundido, em fluxo.
Quando o seu ser enrijecido se tornar um líquido, o seu corpo o acompanhará. Então não haverá um agitador, apenas agitações.
Então ninguém será a causa da tremedeira, ela simplesmente acontecerá. O fazedor, aquele que faz, deixou de existir.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião é importante para mim. Deixe sua mensagem.