30 de ago de 2013

Dhammapada / Capítulo 4 / Flores


Verso 44
Quem governará este mundo,
Os reinos de Yama e os deuses?
Quem escolherá um ensinamento pertinente do Dharma
Como uma pessoa habilidosa escolhe uma flor?

Verso 45
Adestrando-se, a pessoa governará este mundo,
Os reinos de Yama e os deuses.
Um ensinamento pertinente do Dharma
Como uma pessoa habilidosa escolhe uma flor.

Verso 46
Sabendo que este corpo é como espuma,
Ciente de que não passa de miragem,
Podando as flores de Mâra,
Ela passa despercebida ao Rei da Morte.

Verso 47
A morte arrasta
A pessoa obcecada
Pela colheita de flores
Como a enchente arrasta a aldeia adormecida.

Verso 48
A pessoa obcecada
Pela colheita de flores,
Insaciável de prazeres sensuais,
Está sob o império da morte.

Verso 49
Assim como a abelha colhe o néctar
E se vai sem causar dano
À flor, à sua cor, ao seu perfume,
Assim deve o sábio atravessar a aldeia.

Verso 50
Não cuide dos erros dos outros
Nem do que fizeram ou deixaram de fazer.
Cuida apenas
Do que fizeste ou deixaste de fazer.

Verso 51-52
Tal como a flor bonita,
Brilhantemente colorida, mas sem aroma,
As palavras enfáticas
Dão frutos quando realizadas.

Verso 53
Assim como de uma braçada de flores
Muitas guirlandas podem ser tecidas,
Assim você, com sua vida mortal,
Deve fazer muitas coisas benfeitas.

Verso 54
O perfume das flores
(Sândalo, jasmim, loendro)
Não avança contra o vento.
Mas o perfume do homem virtuoso
Avança contra o vento
Espalhando-se em todas as direções.

Verso 55
O perfume da virtude
Não cede
Nem mesmo ao do sândalo, do loendro,
Nenúfar e jasmim.

Verso 56
Suave
É o perfume do loendro e do sândalo;
Mas o perfume da virtude é superior,
Chegando até os deuses.

Verso 57
Mâra não encontra o caminho
Dos homens virtuosos,
Que vivem atentos
e livres graças ao correto entendimento.

Verso 58-59
Assim como o lótus de doce aroma,
Grato ao coração,
Pode crescer num monte de lixo,
Ignorado à margem do caminho,
Assim o discípulo do Plenamente Desperto
Brilha com sabedoria
Entre a massa sórdida
Da gente comum e cega.



Voltar ao Dhammapada

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião é importante para mim. Deixe sua mensagem.