30 de mar de 2013

Mova-se do coração à existência



O homem pode funcionar a partir de três centros energéticos: mente, coração e umbigo – pensar, sentir e ser.
Se você funcionar centrado na mente, criará um redemoinho crescente de pensamentos irreais, que prometem muito, mas nada realizam. A mente é uma grande trapaceira. Ela possui uma enorme capacidade de produzir fantasias e desejos grandiosos, sempre com um discurso entusiasmado: “Amanhã será o grande dia”. Mas nada acontece porque a mente não é o lugar onde as coisas se tornam realidade.
O segundo centro energético é o coração. É lá que estão os sentimentos. Deixe seu ser vibrar. Tudo o que você sente é mais forte, é mais sólido, parece mesmo que vai acontecer. Mas o essencial se encontra em um lugar mais profundo – o umbigo – o centro do ser.
Sinta mais e pense menos. Não lute contra os pensamentos porque isso cria conflito. Como a mente nunca perde, se você ganhar, a mente terá sido vitoriosa; se perder, você terá sido derrotado. De uma forma ou de outra, você sairá perdendo; então saiba que é inútil lutar contra os pensamentos. Em vez de resistir, desloque a energia para o coração. Cante em vez de pensar; ame em vez de filosofar; leia poesia, não prosa; dance, olhe a natureza e, não importa o que fizer, faça-o com o coração.
O coração é o centro energético mais negligenciado. Quando você prestar atenção nele, ele voltará à ativa. E, quando isso acontecer, a energia que estava circulando apenas na mente começara automaticamente a se mover também pelo coração. Como ele está mais perto do principal centro de energia, que é o umbigo, então é mais fácil bombear energia para ele do que para a mente.
Se parece fácil mover-se da mente para o coração, você vai descobrir que é ainda mais fácil mover-se do coração para o umbigo. No umbigo você é um ser em estado puro; nenhum sentimento, nenhum pensamento – o umbigo é o centro do furacão.
Tudo à sua volta está em movimento: a mente, o coração e o corpo se movem em um fluxo constante. Apenas o ponto central de sua existência, o umbigo, permanece imóvel. Ele é o eixo da roda.

Um comentário:

  1. gostei do teu blog.

    do "ex-iluminado" tanguito




    www.lei971.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Sua opinião é importante para mim. Deixe sua mensagem.