13 de jun de 2011

Meditação Tibetana



Há uma meditação, uma das mais antigas, ainda usada em alguns mosteiros do Tibet.
Algumas  vezes você  pode simplesmente  desaparecer.
Comece a  sentir que vc está desaparecendo.
Simplesmente  observe  como o  mundo se parece quando você se foi do mundo,  quando você não está mais aqui,  quando  você se  tornou absolutamente  transparente...
Tente, por um único segundo, não estar aqui.
Fique como se você não existisse.
Simplesmente pense – um dia você não existirá. Um dia você terá partido...
O rádio continuará... A esposa ainda  preparará  o  café,  as crianças estarão  se  aprontando para a escola.
Pense que hoje você se foi, você simplesmente não está mais aqui. Torne-se como um fantasma.
Aí como vc está você simplesmente desaparece, você simplesmente pensa:  “Eu não tenho mais realidade. Eu não existo.”
E simplesmente veja como a casa continua.
Haverá tremenda paz e silêncio.
Tudo continuará como é. Nada estará faltando.
Então, qual é o sentido de permanecer sempre ocupado, fazendo alguma coisa, obcecado pela ação?
Qual é o sentido?  Você terá partido e o que quer que você tenha feito desaparecerá  –  como se você tivesse assinado seu nome na areia, e o vento vem e a assinatura desaparece... E está tudo acabado.
Fique como se você nunca tivesse existido.
É realmente uma bela meditação, uma bela vivência...
Você pode experimentá-la muitas vezes nas vinte e quatro horas.
Apenas meio segundo será suficiente. Por meio segundo, simplesmente pare – você não existe e o mundo continua.
Quando você ficar mais alerta  para o fato de que  sem você  o mundo continua perfeitamente bem, então você será capaz de conhecer  uma outra parte do  seu ser, que tem sido negligenciada por muito tempo, por vidas – o modo receptivo.
Você simplesmente permite... Você se torna uma porta. As coisas continuam acontecendo sem você.
Então vc pode relaxar...
Permita-se relaxar...
Nada está faltando. Tudo está absolutamente disponível; tudo está como deveria estar.

Você tem apenas de abandonar a mente ambiciosa, e a celebração começará.

2 comentários:

  1. Excelentee!!! As vezes estamos tão apegados a coisas passageiras que nos esquecemos de perceber o que esta muito mais além!!!! Obrigada por postarem algo tão maravilhoso!!! Um grande beijo a todos! (Débora).

    ResponderExcluir
  2. A gente se preocupa tánto com os pequenos conflitos da vida diária, com a nossa história, com o nosso eu. Esta meditacao faz com que este eu desapareça com toda sua,arrogância deixando espaço para o verdadeiro ser poder se manifestar. Muito bom. Adonai.

    ResponderExcluir

Sua opinião é importante para mim. Deixe sua mensagem.