29 de out de 2010

Arrisque-se


Observe a intensidade do seu viver...
E perceba que quanto mais vc se arriscar, mais crescerá.
A vida só é alcançada por um alto preço.
O risco é o preço.
Assim, se vc não quiser estar numa vida apenas morna, então se arrisque, viva perigosamente.
Não há nada a perder, porque de mãos vazias vc veio e de mãos vazias vc deixará essa vida.
Esteja pronto para perder, porque nada é perdido.
Tudo que lhe pertence é seu... Não há jeito de perder.
E o que não é seu, não há jeito de manter... Irá embora... A morte levará tudo.
Portanto, antes que a morte o leve vc deve ser capaz de jogar todos os tipos de jogos.
E quanto mais arriscado o jogo melhor, porque ele dará vivacidade ao seu ser.
É por isso que as pessoas vão praticar alpinismo.
O risco... Pendurada entre a vida e a morte a pessoa se torna muito viva.
As pessoas se arriscam de vários modos.
Elas dirigem seus automóveis em alta velocidade...
Quando vc está se aproximando dos 100, 120, 130 km/h, cada momento é perigoso.
A 140 km/h cada momento é risco puro, mas nesse momento de risco a pessoa se sente imensamente consciente.
Vc não pode se permitir estar sonolenta nesse momento.
Vc não pode sonhar – não pode nem mesmo pensar.
O pensamento pára, os sonhos param.
O risco é tal que, de repente, vc está totalmente consciente.
É por isso que as pessoas gostam tanto de velocidade.
Se vc observar as pessoas, verá que todo mundo está buscando um tipo arriscado de vida, à sua maneira.
Essas são as únicas pessoas vivas.
As outras já estão mortas.
Podem ser sepultadas mais tarde, mas já estão mortas.
As pessoas morrem por volta dos trinta anos e são sepultadas por volta dos setenta, oitenta.
Leva cinqüenta anos para os outros perceberem que esse homem já está morto.
Então se arrisque um pouco mais e torne-se mais consciente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião é importante para mim. Deixe sua mensagem.